Início » Várias pessoas aceitam Jesus no primeiro culto da Lagoinha no Metaverso

Várias pessoas aceitam Jesus no primeiro culto da Lagoinha no Metaverso

0 comentário

Após anunciar a primeira igreja brasileira no metaverso, o pastor André Valadão informou que várias vidas foram entregues a Cristo através do novo formato de culto realizado nessa quarta-feira (13)

Já é. É fato. Parece só virtual, mas é real. São vidas através de cada avatar, de cada boneco e foram mais de 150 pessoas que passaram por ali, 10 foram a frente e entregaram a vida para JESUS em oração.
Bem vindos ao novo, concluiu André Valadão em uma postagem nas redes sociais

Metaverso

Nos últimos meses, a criação de um universo virtual, compartilhado e hiper-realista virou o centro das atenções. Mas o que é essa tecnologia?

Um universo virtual inteiro, onde cada pessoa possa ser, fazer e construir o que quiser. Essa é uma definição que se encaixa perfeitamente no metaverso, termo que, desde o fim de 2021, se tornou uma das palavras mais buscadas da internet. 

A expressão é usada para denominar um espaço virtual compartilhado, em que as pessoas poderão acessar usando óculos especiais e outros equipamentos. Em outras palavras, o metaverso é todo aquele universo que está dentro de jogos, por exemplo, como o popular The Sims, onde a pessoa pode criar uma vida inteira para seu personagem.

 

O que é metaverso?

Metaverso é o nome usado para denominar um ambiente virtual imersivo, coletivo e hiper-realista, onde as pessoas poderão conviver usando avatares customizados em 3D. Em outras palavras, ele é uma evolução da nossa internet atual.

Para entender melhor o conceito de metaverso, compare com a internet de hoje. Atualmente, as redes sociais são as principais mediadoras do ambiente virtual. E a “vida digital” é acessada com celulares e computadores. Com o metaverso, a experiência será muito mais imersiva. Mais do que navegar na internet, será possível vivenciá-la por dentro.

Na prática, ao colocar os óculos de realidade virtual, equipados com fones de ouvido e sensores, será possível entrar um mundo virtual online que também incorpora realidade aumentada, avatares holográficos 3D, vídeos e outros meios de comunicação. Ou seja, como se trata de espaços fictícios, o céu é o limite e tudo é possível de ser inventado.

Entusiastas e empresas que estão investindo nesse tipo de tecnologia afirmam que todas as pessoas poderiam interagir, aprender, colaborar e jogar nos espaços do metaverso. Tudo isso de uma maneira muito mais completa do que se pode imaginar hoje. 

Imagine que as reuniões virtuais de trabalho e lives de artistas que se popularizaram na pandemia poderiam acontecer em um espaço virtual, com muito mais interação, e sem sair de casa. 

Importante dizer que este cenário ainda não é totalmente possível. Muitas das tecnologias necessárias para que o metaverso se torne real ainda precisam ser desenvolvidas. Equipamentos como óculos de realidade virtual precisam se tornar mais acessíveis à população em geral.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações