Início » Pregador de rua que foi preso e detido em por compartilhar o evangelho tem causa anulada

Pregador de rua que foi preso e detido em por compartilhar o evangelho tem causa anulada

0 comentário

Um pregador de rua que foi preso, detido e multado por pregar o evangelho durante o bloqueio teve sua multa anulada por um juiz do tribunal da coroa. 

Andrew Sathiyavan foi multado em £ 100 no domingo de Páscoa de 2020, pois seu trabalho foi considerado “não essencial” pela polícia. 

Ele foi preso em Sutton High Street, acusado de comportamento anti-social. 

Ele afirma que foi colocado em uma cela por quatro a seis horas e inicialmente não foi autorizado a falar com sua esposa.

Após vários recursos, sua multa foi aumentada para £ 500. 

Os tribunais disseram que ele deveria ter continuado seu ministério online, em vez de nas ruas.  

Ele disse ao Premier Christian News: “Senti que era uma oportunidade muito boa, como Jesus fez, para levar o evangelho às ruas.

Como um ministério de rua, você tem que fazer essas coisas.

“O tribunal ou a polícia me disseram para fazer isso online. 

“Como pregador de rua, você não pode fazer isso online, porque as pessoas quebradas, os sem-teto, os viciados em drogas, as pessoas que precisam desesperadamente estão nas ruas”.

Ele continuou: “Eles disseram que ‘a pregação do evangelho não é essencial. ‘Não é importante’.

“Eu disse ‘escute, esta é a coisa mais importante.”

Com a ajuda do advogado Christian Concern, Andrew teve seu caso anulado e contianurá seu trabalho.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações