Início » Perde no tribunal o técnico que foi demitido por orar: “Esperamos que a Suprema Corte conserte isso”

Perde no tribunal o técnico que foi demitido por orar: “Esperamos que a Suprema Corte conserte isso”

0 comentário

Um técnico de futebol do colégio que foi demitido por orar com seus jogadores sofreu outra derrota no tribunal.

Em uma opinião unânime do painel, três juízes do Tribunal de Apelações do  9º Circuito decidiram que as orações pós-jogo do treinador Joe Kennedy na linha de 50 jardas eram uma violação da cláusula de estabelecimento da Constituição.

O juiz Milan Smith escreve: “As tentativas de Kennedy de chamar a atenção nacional para seu desafio ao distrito mostraram que ele não estava se engajando em orações privadas. Em vez disso, ele se engajou em um discurso público de natureza abertamente religiosa enquanto desempenhava seus deveres de trabalho.”

Em 2019, o ex-treinador de uma escola secundária de Bremerton, Washington, disse à CBN News por que estava lutando contra o distrito.

“Rezando, eu posso fazer em qualquer lugar. O lado cristão de mim é como se você não tirasse minha fé. A oração não faz diferença onde você a faz. Mas o fuzileiro naval em mim? e os direitos de todos. Significa algo para mim. Ganhei sangue naquele jogo “, disse o técnico Kennedy.

Os advogados de Kennedy dizem que planejam apelar, classificando a decisão como “errada” e contraditória com a Constituição.

“Proibir os treinadores de orar só porque podem ser vistos é errado e contradiz a Constituição”, disse Mike Berry, Conselheiro Geral do First Liberty Institute. “A opinião de hoje ameaça os direitos de milhões de americanos que simplesmente desejam exercer livremente sua fé sem medo de perder o emprego. Planejamos apelar e esperamos que a Suprema Corte conserte esse erro. Esta luta está longe do fim . “

Em 2019, o juiz Samuel Alito escreveu sobre o caso de Kennedy, “a compreensão do Nono Circuito dos direitos de liberdade de expressão dos professores de escolas públicas é preocupante e pode justificar uma revisão no futuro.” 

Fonte: Filhos de Deus com base nas informações em CBN News

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações