Início » Pastores, artistas e lideranças evangélicas lamentam morte de Pelé, o rei do futebol

Pastores, artistas e lideranças evangélicas lamentam morte de Pelé, o rei do futebol

0 comentário

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, morreu aos 82 anos nesta quinta-feira, 29 de dezembro de 2022. O maior jogador de todos os tempos vinha lutando contra um câncer e seu estado de saúde estava bem fragilizado há algumas semanas.

A repercussão de sua morte movimentou veículos de imprensa de todo o mundo, assim como atletas e formadores de opinião nas redes sociais. No meio evangélico, pastores, artistas e lideranças se manifestaram em pesar pelo falecimento do ex-jogador que venceu três Copas do Mundo para a Seleção, dentre outros títulos.

“Pelé morreu. Esse que carregou o nome da nossa nação, esse que fez o Brasil ser conhecido no mundo todo, a partir do futebol, e que a gente leva e aprende com a vida dele, muitas coisas do que fazer e o que não fazer. Mas que fique toda honra, toda celebração a esse [que foi um] dos maiores atletas que o mundo já viu. Ao Pelé, nosso respeito e gratidão por tudo que ele representa para o brasileiro, e para o mundo”, disse o pastor André Valadão em um vídeo compartilhado no Instagram.

O pastor Marco Feliciano (PL-SP) também prestou sua homenagem no Twitter: “Se foi o maior atleta do futebol de todos os tempos, Pelé. Que Deus conforte seus familiares. A morte não apaga seu legado”.

A senadora eleita Damares Alves (Republicanos-DF) se manifestou exaltando as diversas contribuições do ex-atleta à sociedade: “O Brasil chora pela perda de um dos grandes nomes do esporte. Faleceu, Edson Arantes do Nascimento, o nosso querido Rei Pelé. Serviu ao nosso país como Ministro de Estado dos Esportes e foi nosso maior represente no esporte”, introduziu.

“Como jogador, venceu três copas do mundo, alegrou o Brasil e o mundo com seu talento e no fim de seus dias, aos 82 anos de idade, lutou bravamente contra um câncer. Que Deus console toda a família e aos milhões de fãs que ele conquistou ao longo de sua vida no Brasil e no mundo”, acrescentou Damares.

A vereadora Sonaira Fernandes seguiu a mesma linha: “O maior atleta do século 20 nos deixou após uma dura luta contra o câncer. Pelé era um patriota, embaixador do povo brasileiro e incomparável dentro de campo, com as camisas do Santos e da Seleção. Encantou com seu talento e venceu. Descanse em paz, rei do futebol”.

Conhecido por ser um entusiasta de futebol, o pastor e escritor Pedro Pamplona, da Igreja Batista Filadélfia, em Fortaleza (CE), usou o Twitter para lamentar a morte do ex-jogador: “Um dia triste para o Brasil, para o mundo, para o futebol. Obrigado por tudo Pelé. No futebol todos nós somos seus súditos”.

Ricardo Oliveira, pastor e ex-jogador com passagens por diversos clubes, incluindo o Santos, também prestou sua homenagem: “Obrigado rei Pelé por me fazer se apaixonar por este esporte. Seu talento e sua história jamais serão esquecidos. O futebol chora a sua morte, e os amantes desse esporte se vestem de luto. Meus mais sinceros sentimentos! Descanse em paz”.

“Impossível não sentir que ele se foi. Levou o Brasil no coração pro mundo inteiro, e levou um pouco do nosso. Ele é o futebol. Valeu Pelé”, resumiu Zé Bruno, vocalista da Banda Resgate e pastor na igreja Casa na Rocha.

FONTE: GOSPEL MAIS

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações