Início » NASA testa telescópio com profundidade e divulga imagens do universo com milhares de galáxia

NASA testa telescópio com profundidade e divulga imagens do universo com milhares de galáxia

0 comentário

O Telescópio Espacial James Webb da NASA produziu a imagem infravermelha mais profunda e nítida do universo distante até hoje. Conhecida como o Primeiro Campo Profundo de Webb, esta imagem do aglomerado de galáxias SMACS 0723 está repleta de detalhes.

Milhares de galáxias – incluindo os objetos mais fracos já observados no infravermelho – apareceram na visão de Webb pela primeira vez. Esta fatia do vasto universo cobre um pedaço de céu aproximadamente do tamanho de um grão de areia segurado no comprimento de um braço por alguém no chão.

Este campo profundo, obtido pela Near-Infrared Camera (NIRCam) do Webb, é uma composição feita a partir de imagens em diferentes comprimentos de onda, totalizando 12,5 horas – alcançando profundidades em comprimentos de onda infravermelhos além dos campos mais profundos do Telescópio Espacial Hubble, o que levou semanas.

A imagem mostra o aglomerado de galáxias SMACS 0723 como apareceu há 4,6 bilhões de anos. A massa combinada deste aglomerado de galáxias atua como uma lente gravitacional , ampliando galáxias muito mais distantes atrás dele. O NIRCam de Webb trouxe essas galáxias distantes para um foco nítido – elas têm estruturas minúsculas e fracas que nunca foram vistas antes, incluindo aglomerados de estrelas e características difusas. Os pesquisadores em breve começarão a aprender mais sobre as massas, idades, histórias e composições das galáxias, à medida que Webb procura as primeiras galáxias do universo.

Esta imagem está entre as primeiras imagens coloridas do telescópio.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações