Início » Mais de 5 mil pessoas foram adorar a Deus na Times Square: “O mundo está faminto pelo Evangelho”

Mais de 5 mil pessoas foram adorar a Deus na Times Square: “O mundo está faminto pelo Evangelho”

0 comentário

Mais de 5.000 crentes lotaram a famosa Times Square no coração da cidade de Nova York no último domingo para louvar a Deus como parte do movimento “Let Us Worship” do líder de adoração e ativista Sean Feucht.

Esse movimento realiza reuniões de adoração pública em locais do centro de muitas cidades do país e até mesmo além de suas fronteiras.

A maioria dos que participaram eram moradores de Nova York de todas as raças, agitando bandeiras de “Jesus”, dançando e gritando o nome de Jesus e orando uns pelos outros.

O apresentador de rádio cristão conservador e autor de best-sellers Eric Metaxas se juntou à reunião . “Hoje, quando adoramos, estamos travando uma guerra espiritual”, disse Metaxas à multidão. “Não estamos apenas cantando músicas. O inimigo quer esta cidade. O inimigo quer roubar você e seus filhos da salvação. Jesus quer que você permaneça firme e vença esta batalha espiritual.”

Após a reunião, Feucht declarou: “ Se Deus pode fazer isso na Time Square, pode fazê-lo em qualquer lugar ”. Ele acrescentou: “O mundo está faminto pelo Evangelho. Eles estão desesperados por Jesus. Basta saber estar presente… sem ter vergonha de fazer brilhar Sua luz no centro da cultura”.

“Quando as pessoas dizem que a igreja está morta, não dê ouvidos a elas”, acrescentou Feucht. “Deus está se movendo, as pessoas estão se levantando. Há uma igreja corajosa (…) que está se levantando e se recusando a recuar e nós experimentamos isso ontem à noite. Foi muito, muito, muito poderoso.”

O grupo pró-escolha “NYC for Abortion Rights” protestou contra os cristãos reunidos na Times Square, chamando o fundador de “Let Us Worship” de “Cristofascista”.

Evangelizando nos cinemas

Feucht fez e estreou ontem quinta-feira o documentário “Superspreader”, uma reportagem do seu “Let Us Worship” em todo o país.

“Achei importante compartilhá-lo, deixar as pessoas verem a jornada em que estamos, as pessoas que estavam a nosso favor, as pessoas que estavam contra nós, mas no meio disso, como Deus invadiu cada um de nós em todas as cidades que fomos”, disse Feucht sobre por que escolheu fazer o filme.

“Vamos ver como essa onda de renascimento que estamos experimentando em toda a América estará realmente nos cinemas”, acrescentou o cantor e compositor. “E cara, vamos tentar planejar que haja um evangelista em cada teatro em que for exibido. Para que, no final do filme, as pessoas possam ser salvas, curadas e libertas. É isso que queremos ver acontecer.”

FONTE: FILHOS DE DEUS COM EVANGELHO DIGITAL

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações