Início » “Jesus me pegou pelos braços” conta menina de 4 anos que ficou submersa em rio por 2 minutos

“Jesus me pegou pelos braços” conta menina de 4 anos que ficou submersa em rio por 2 minutos

0 comentário

Desespero e agonia. Essas duas palavras resumiram o dia de passeio com os pais, a menina acabou se afogando num descuido e passou mais de 2 minutos completamente submersa nas águas do Rio Matapi, num balneário próximo ao município de Santana, na Região Metropolitana de Macapá.

Lara estava brincando em uma área rasa, chamada de trapiche – base de madeira utilizada para dar apoio aos banhistas – acabou se afastando dos pais e indo para o meio do rio, onde não conseguia ficar de pé.
O pai Huiltemar Rodrigues da Costa, de 39 anos, conta que chegou a ver a criança afundar, mas achou ser algum banhista nadando e não reconheceu a filha.

“O pior de tudo é que eu vi ela, mas não consegui identificar, porque já estava escurecendo. Quando perguntei pela Lara, caiu minha ficha e nos desesperamos”, lembra.

A história de Lara Manuella ganhou repercussão após o pai fazer uma publicação nas redes sociais.

Huiltemar diz que ela foi salva por um “milagre divino, não foi outra coisa. A maré estava alta, muito fundo. Uma criança de 4 anos… eu só pensava no pior. Não tem outra explicação: foi milagre”.

O responsável por tirar Lara Manuella das águas foi o vendedor varejista Fabrício de Souza Braga, de 42 anos. O homem pulou no rio assim que percebeu que se tratava de um possível afogamento.

Um policial, que também estava no balneário, prestou os primeiros socorros e ficou mais de 5 minutos tentando reanimar a criança, até que ela voltasse a apresentar os sinais vitais.

“Fui na ânsia de tentar alcançá-la e perdi o fôlego. Voltei para a superfície, mas graças a Deus o Fabrício conseguiu encontrá-la. Foi uma sensação horrível, ela já estava totalmente morta, roxa, com os olhos sangrando. Foi muito triste”, relembrou o pai.

“Eu tenho duas filhas e me coloquei no lugar dos pais da menina. Quando vi o desespero deles, não pensei duas vezes”, afirmou Fabrício, responsável pelo salvamento.

Vida nova

A menina ainda não tem dimensão do que aconteceu, mas, segundo o pai, ela conta que foi salva por forças divinas. “Ela fala que foi embora para a água e que Jesus a pegou, que Ele pegou pelos braços dela”

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações