Início » “Jesus é a melhor resposta para quem não encontrou sua identidade” diz pastor

“Jesus é a melhor resposta para quem não encontrou sua identidade” diz pastor

0 comentário

A identidade é uma das questões mais comentadas na Europa hoje. No Fórum Apologética Espanhol, as respostas a algumas questões fundamentais não resolvidas foram exploradas de uma perspectiva cristã.

“Não apenas a sociedade, mas também como igreja, sofremos muito nos últimos anos e podemos dizer que não somos os mesmos de antes”, disse no início do evento Andy Wickham, diretor da Fundação Pontea, um dos organizadores da conferência, ao lado da GBU (IFES Espanha) e da Aliança Evangélica Espanhola. “Estamos em um contexto mais vulnerável, mais quebrado e também talvez mais aberto à busca de respostas”.

Uma Europa “divorciada” de Deus
Para Gustavsson, “a maioria dos países europeus se separou de Deus como se fosse um divórcio”. Em parte, foi porque a igreja “não respondeu às perguntas críticas” que a sociedade vem fazendo há muitos anos, fazendo com que a fé cristã pareça irrelevante.

Mas quando a autoridade final de Deus desaparece, todas as outras instituições são enfraquecidas. Quando a ênfase está no “indivinho feliz”, as “fundações do significado são enfraquecidas”, disse ele.

Vivemos na era do “homem psicológico”, que “nasce para ficar satisfeito”. “As pessoas estão procurando desesperadamente por algo que as defina. Mas como conseguir? O que antes parecia libertação se tornou uma prisão” como “vazio e profunda confusão” aparecem.

Jesus é a resposta de Deus
Na segunda sessão, Gustavsson se aprofundou no problema de encontrar significado e sentido na existência além de Deus. Ele refletiu sobre como os filósofos existencialistas perceberam o vazio e a falta de sentido que a falta de Deus causa nos seres humanos, o que leva a uma erosão do conceito de moralidade.

Explorando a revelação de Deus a Moisés, Gustavsson falou sobre a esperança que surge de um Deus que se revela como eterno, autossuficiente, mas que se comunica e cuida do ser humano.

Gustavsson acrescentou que não há melhor paradigma de identidade do que o oferecido pela Bíblia ao revelar Jesus não apenas como Deus, mas como o ser humano perfeito. “Responder quem eu sou é fundamental: muitas pessoas buscam respostas em introspecção, mas acham que isso acaba sendo insatisfatório”. É por isso que os cristãos encontram uma resposta convincente em Jesus, que é “o verdadeiro ser humano que cumpriu o plano de Deus para a humanidade, é nele que podemos retornar à nossa verdadeira identidade”.

Assim como a imagem de Deus no ser humano foi distorcida pelo pecado, ela é recuperada por Jesus, o que significa que Cristo é “a melhor resposta apologética à questão da identidade”.

O cristianismo nos mostra como ser “verdadeiramente humanos”, concluiu Gustavsson. “Jesus Cristo é o verdadeiro ser humano que nos leva a ser o que deveríamos ser”.

Assim como a imagem de Deus no ser humano foi distorcida pelo pecado, ela é recuperada por Jesus, o que significa que Cristo é “a melhor resposta apologética à questão da identidade”.

O cristianismo nos mostra como ser “verdadeiramente humanos”, concluiu Gustavsson. “Jesus Cristo é o verdadeiro ser humano que nos leva a ser o que deveríamos ser”.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações