Início » Igrejas evangélicas no Peru pedem ao governo para reabrir seus templos

Igrejas evangélicas no Peru pedem ao governo para reabrir seus templos

0 comentário

As igrejas evangélicas fizeram um apelo à autoridade no Peru, para que “permitam a reabertura dos templos cumprindo as medidas estabelecidas”.

artin Vizcarra, presidente do Peru, expressou nesta terça-feira no meio de uma visita de trabalho à região de Ayacucho no sul do país, que está mantendo conversações com representantes da Igreja para permitir sua inauguração a partir de novembro próximo, mas com certas medidas.

“ Estamos conversando com a Igreja Católica para que gradativamente a partir do próximo mês possamos abrir as igrejas, mas ainda não dar o serviço religioso, mas que possam ser abertas com capacidade limitada, porque as pessoas de fé querem estar perto”, disse o líder.

Chamada de igreja

Na última sexta-feira, 2 de outubro, as igrejas evangélicas e as fraternidades pastorais que congregam milhares de fiéis em todo o país, exortaram as autoridades a “permitirem a reabertura sistemática dos templos condicionados que possuem todas as medidas de biossegurança em favor dos participantes ”, segundo as medidas de abertura apresentadas pelas igrejas às autoridades da nação.

O documento é assinado por denominações evangélicas como: Assembléias de Deus do Peru, Movimento Missionário Mundial, Aliança Cristã e Missionária do Peru – IACYMP, Iglesia Evangélica Pentecostal del Perú – IEPP, Convenção Batista Evangélica do Peru, Igrejas Pentecostais Autônomas do Peru, Confraria do Pastores Evangélicos do Peru CONPPE, bem como mais de 21 Fraternidades Pastorais em todo o país.

Aspectos observados no documento

No documento dirigido ao presidente, as igrejas assinalam que: “temos respeitado todas as normas do estado de emergência e as medidas sanitárias dadas pelas autoridades correspondentes para o combate à pandemia” , e acrescenta: “até agora as nossas reuniões têm estado em É uma forma virtual de superar as dificuldades dos encontros presenciais, mas este método limita a atenção aos nossos irmãos devido aos altos custos da Internet e às dificuldades de conexão, especialmente nos lugares mais remotos do nosso país ”.

Concluindo, o povo de Deus indica que continuará comprometido com a proclamação evangélica dos princípios bíblicos em defesa da vida desde a concepção e da família e com a oração pela paz e pela formação de valores no Peru.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações